Grupo Discussão Terrence Malick

O meu preferido é Terrence Malick; mas, claro podemos ver outros semelhantes.

Grupo Discussão Terrence Malick – Poética Malickiana Diretor Crítica Cine

Grupo Discussão Terrence Malick - Poética Malickiana Diretor Crítica Cine

Terrence 

Malick – 1978

Filmando

Dias de Paraiso.

Poesia de Cinema de Arte: roteiro / música   / fotografia.

Terrence Malick- Inovação na linguagem cinematográfica.

 

– Grupo horizontal e aberto.
– Temas a serem discutidos por votação.
– Encontros semanais ou quinzenais.
– Sem custo.
– Se for reunião presencial: Av Paulista 2001 ou em outro local central a decidir.
– Confraternização.

(Site em CONSTRUÇÃO) 

Pretende ser uma comunidade de pessoas com afinidades em cinema de arte, sobretudo do de Malick.

Eu sou o Cazão  Grupo Discussão Terrence Malick  –  poeticamalickiana@uol.com.br

 

Malick, um cineasta Heideggeriano, que o conheceu na década de 60. Grupo Acontecente Estudos Heideggerianos: LINK.

 

Grupo Discussão Terrence Malick

Miranda Otto em The thin Red Line

Menina em

Knight of Cups

Filha em 

Uma Vida Oculta

Rooney Mara

em Song To Song 

Jessica Chastain

em The tree of Life

Balanço na casa da mata

em Badlands

Espontaneidade / Liberdade / Poder Ser.


Pontos de Malick:

1.Personagens que refletem sobre si mesmos e sua condição existencial.

2. Mar / Rio / Piscina / Águas ‘Liberdade’.

3. Possível Catolicismo / Questão do sentido do existir.

4. Inocência (puro – natural) X Esperteza (desonesto – inescrupuloso).

– “Abrir-se para sentir o filme”.


Casa / Habitar / Moradia:

Terra de ninguém/Badlands: Não há.

Cinzas do Paraíso/Days of Heaven: Não há.

Além da Linha Vermelha/The Thin Red Line: É uma situação diferente… contudo, se formos falar da única casa que apareceu, com a esposa do B. Chaplin, provavelmente ele não voltará para lá devido ao pedido de divórcio dela.

O Novo Mundo/The New World: no 1º romance de ‘pocahontas’, é cogitado “fugirem”, ao Farrel diz: “vamos morar na mata? Não há casa.

Árvore da vida: Sim, há a casa de Sean Penn quando criança; e sua já adulto, grande, clean. 

Amor Pleno/To The Wonder: nas várias casas alugadas que o casal passa, não há um lar, elas parecem sempre ‘vazias’, ‘sem conteúdo’, ‘sem dono’, ‘sem rosto’.

Rei de Copas/ Knight of Cups: uma casa que parece pouco habitada.

De Canção em Canção / Song to Song: várias casas, semelhantes a Amor Pleno.

Uma Vida Oculta, uma casa bem sólida em todos os sentidos.


Personagens de existência ‘paralela’ de convenções e vínculos sociais. 

– O ‘amor bandido/outsider’ em Badlands e New Word.

– O estar apaixonado em To The Wonder e Song To Song.